Início Regiões Rioja D.O.Ca
Rioja D.O.Ca Imprimir E-mail

 

A Espanha é um dos países mais tradicionais na produção de vinho. É o 3º maior produtor mundial em volume e o maior em número de rótulos e em denominações controladas (Denominação de Origem) – são 69 Denominações de Origem, 6 Denominações de Qualidade Controlada (D.O.Ca) e 13 regiões de vinhos de Pago. Seus vinhos estão entre os melhores do mundo, sendo representada por ícones como Vega Sicilia e Pingus de Ribera del Duero, uma das denominações mais conhecidas no Brasil.


 

A região de Rioja, uma D.O.Ca, é a que mais envia rótulos para o Brasil e por isso merece atenção especial. Esta denominação fica na parte norte-central da Espanha, ao sul da Sierra de Cantabria e é cortada pelo rio Ebro. Mas, provavelmente a origem do nome da região vem de um riacho chamado Oja, que fica mais a leste. O que é certo é que a cultura vínica nesta região tem mais de 2.000 anos.

 

Pela diversidade do relevo e de clima, distinguem-se três subzonas de produção: Rioja Alta, Rioja Baja e Rioja Alavesa. Os vinhos da Rioja Alta são os mais conhecidos devido ao seu estilo “velho mundo”. Em Rioja Alavesa os vinhos são mais encorpados e de maior acidez devido às condições relativamente pobres do solo e por isso as videiras precisam de maior distância entre elas.  Os de Rioja Baja são mais alcoólicos e de cor vermelha profunda, mas faltam acidez e aroma. Assim as uvas desta região e seus vinhos são utilizados em cortes de vinhos de outras partes de Rioja. Nesta região há três Denominações de Origem Cava, o famoso espumante espanhol.

 

Rioja produz um dos melhores vinhos do mundo, dos mais longevos e tem boa relação custo-benefício. A região experimentou alguns momentos importantes em seu crescimento. Em 1787 foi criada a Real Junta de Cosecheros, primeira organização na Espanha a definir regras de qualidade, produção e comercialização de vinhos. Já na segunda metade do século 19, a chegada de trens à região ajudou a aumentar a capacidade de escoamento da produção e, com a crise causada pela phyloxera em grande parte da Europa (Rioja estava protegida pelos Pirineus), comerciantes ingleses começaram a substituir suas importações francesas e italianas por vinhos de Rioja.

 

Tempranillo é a principal uva dos vinhos de Rioja, que usualmente produz um vinho fresco, de corpo médio a meio-encorpado, com aromas frutados de framboesa e amora, com alguma tendência a aromas terrosos e de couro. Mas há outras uvas de igual importância: Graciano, Mazuela, Granacha e Maturana Tinta.

 

Com a adição destas outras uvas, os vinhos de Rioja podem assumir camadas adicionais de sabor e aroma. A Graciano é uma uva que dá boa cor e acidez e a sua mistura com a Tempranillo resulta em vinhos de bom aroma. A Mazuelo, que tem bastante corpo, cor e tanino, ajuda a dar ao Rioja sua capacidade para envelhecer. A Garnacha desempenha papel de coadjuvante e é mais difundida na zona de menor prestígio - a Rioja Baja

 

A principal uva branca é a Viura. Mas há ainda a Malvasia, Tempranillo Blanco, Maturana Blanca, Turruntés Chadornay, Sauvignon Blanc e Verdejo. A Viura contribui com um leve frutado, acidez e alguns aromas, a Garnacha Blanca adiciona corpo e a Malvasia acrescenta mais aromas. Os rosados são principalmente derivados da Garnacha.

 

 

Os vinhos tintos de Rioja podem ser classificados em quatro categorias:

  • Crianza: 2 anos de envelhecimento, com pelo menos 12 meses em barril de carvalho;
  • Reserva: 3 anos de envelhecimento, com pelo menos 12 meses em barril de carvalho;
  • Gran Reserva: 5 anos de envelhecimento, com pelo menos 24 meses em barril de carvalho.

 

Ainda se utiliza a expressão Roble (carvalho em espanhol) para os vinhos que passaram em barril de carvalho por um período menor que o exigido para ser Crianza.

 

A região também se destaca por sua ativa participação em atividades relacionadas ao vinho. São vários eventos anuais para promover a degustação de seus produtos, destacando-se a Batalha do Vinho, em Haro e a Feira de Vinhos de La Rioja. Além disso, há varias bodegas que possuem hospedagem para aqueles que, além do vinho, buscam descanso e descontração.

 

Para saber mais sobre Rioja, visite o site http://es.riojawine.com/es/.

 

A VinhoClic escolheu vários representantes da região de La Rioja para você conhecer um pouco mais sobre estes domínios:


- Paternina Banda Azul


- Paternina Conde de los Andes Gran Reserva


- Loriñon Crianza


- Paternina Clos


- Loriñon L5

 

 

 
 

Atualidades