Início Serviços do Vinho Temperatura de Serviço
Temperatura de Serviço Imprimir E-mail

 

Tão importante para a degustação quanto para a guarda, a temperatura correta para o consumo do vinho pode fazer toda a diferença na hora de apreciá-lo.

 


O motivo, ainda que pouco comentado, é simples: por ser um composto químico formado por minerais, álcool e taninos, o vinho pode sofrer alterações significativas, de acordo com a temperatura, que deve ser observada, tanto durante a guarda, como no momento de ser servido.

 


 

A temperatura ideal de serviço varia para cada tipo de vinho (branco, tinto, espumante, fortificado), variedade de uva, maturidade e outros fatores. O efeito da temperatura irá realçar ou inibir as características do vinho que influenciarão de forma relevante na experiência da sua degustação.

 

Um conceito erroneamente adotado é que, para vinhos brancos quanto mais gelados melhor e para vinhos tintos, a temperatura ambiente é a que mais apresenta suas características. Vinhos brancos se destacam por sua acidez que lhes confere sua característica “refrescante”. Evite servir muito frio, pois, além de neutralizar a capacidade das papilas gustativas, sua acidez se anulará, tornando-o um tanto insípido e inibindo seus aromas. Por outro lado, se a temperatura de serviço for muito alta, o álcool se destacará sobre os sabores, tornando-o enjoativo.

 

O efeito da temperatura sobre os vinhos tintos é praticamente o mesmo: frio demais faz sua acidez e taninos se destacarem, tornando-o muito duro. Acima da temperatura ideal, a evaporação do álcool se fará sentir no aroma e paladar, desequilibrando-o.

 

 

No caso dos espumantes, o aumento da temperatura terá ainda outro impacto negativo, pois acelerará o processo de liberação do gás carbônico.
Temperatura correta: A temperatura ideal irá variar, principalmente de acordo com cada tipo de vinho, mas também de acordo com a sua formação (em consequência da uva e de sua maturação), explorando assim as características de cada um. De modo geral a escala de temperatura de serviço varia de 7°C a 18°C.

 

Vinhos

Temperatura (°C)

 

Brancos aromáticos e semi secos

7 a 9

 

 

Brancos doces

6 a 8

 

 

Brancos médios

10 a 12

 

 

Brancos secos encorpados

12 a 13

 

 

Brancos secos leves

8 a 10

 

 

Champanhes e Espumantes

5 a 8

 

 

Fortificados secos

8 a 10

 

 

Porto tinto doce

10 a 16

 

 

Roses

8 a 12

 

 

Tintos encorpados

16 a 19

 

 

Tintos leves

14 a 16

 

 

Tintos médios

16 a 17

 

 

Independente da tabela, quando abrir um vinho, procure informações sobre a temperatura ideal para aquele rótulo. O produtor certamente o testou nas diversas temperaturas para definir a melhor para o consumo.

 

Mantendo a temperatura ideal: Atingir a temperatura ideal é um desafio para qualquer apreciador de vinhos que não tenha à disposição os apetrechos ideais, em especial em nosso país – de clima tropical e umidades elevadas na maioria das regiões. Ainda que seja possível colocá-lo na temperatura correta, ao ser aberto e servido a temperatura do vinho sofrerá a influência do ambiente.

 

Mas, há alguns itens simples que podem ajudar. Na maioria das casas especializadas estão disponíveis termômetros de contato que servem para verificar se o vinho está na temperatura correta (idealmente atingida em uma adega climatizada ou geladeira para vinhos de temperatura de serviços mais baixa).

 

 

Depois de aberto, em dias mais quentes, o seu vinho deve ser mantido em um balde com gelo e água resfriada.
Caso você sinta que seu vinho está muito frio, um truque simples pode ajudá-lo: após servir, envolva sua taça com suas mãos. Em pouco tempo, a troca de calor o levará às melhores condições de consumo.

 

 

Agora é a sua vez. Pegue as sugestões de vinhos abaixo e sirva na temperatura correta:


Espumante: Cava_Mestra_1312

Branco: Domaine_Pellehaut_Harmonie_Gascogne

Rosé: Inurrieta_Mediodia

Tinto Leve: Anakena_Single_Vineyard_Pinot_Noir

Tinto Médio: Conde_de_los_Andes

Tinto Encorpado: Imperial_Toledo_Old_Vines

 

 
 

Atualidades